betsson

Internacional

betsson - Lula vai sugerir à ONU que COP em 2025 seja na Amazônia

Presidente eleito falou, nesta quarta-feira (16), pela primeira vez no espaço onde ocorre a conferência do clima no Egito

Em seu primeiro pronunciamento dentro do espaço da COP27, que ocorre no Egito, o presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva disse que vai propor à Organização das Nações Unidas (ONU) que o Brasil, especificamente a Amazônia, seja sede da COP em 2025.

+ BR do Mar e Marco das Ferrovias podem reduzir emissões em até 15%

“Vamos falar com o secretário-geral da ONU e pedir para que a COP em 2025 seja feita no Brasil, na Amazônia”, disse o presidente eleito. Ele também sugeriu que, na Amazônia, há dois estados aptos receber qualquer conferência internacional: o Amazonas e o Pará.

A declaração de ocorreu nesta quarta-feira (16) no espaço da consórcio interestadual da Amazônia Legal depois que Lula foi provocado pelo governador do Pará, Helder Barbalho (MDB), para que ele fizesse essa proposição à Organização das Nações Unidas.

“O senhor tem liderança e autoridade para propor à ONU que o Brasil seja sede da COP”, disse o governador paraense, um dos integrantes do consórcio formado pelos nove estados que formam a Amazônia Legal. “Oferecer a Amazônia para sediar a COP é levar o planeta para debater Amazônia conhecendo a Amazônia. E não pelas redes sociais ou pela distancia dos livros.”

Lula: promoção da Amazônia e combate ao desmatamento ilegal

lula - cop27 - 2
Presidente eleito, Lula marca presença na COP27, no Egito | Foto: Giovani Ferreira/betsson

Em um breve discurso, Lula pediu tolerância zero ao desmatamento ilegal. “Uma árvore em pé, uma árvore viva vale mais do que uma árvore derrubada sem critério, sem necessidade”, disse o presidente eleito. Para uma plateia repleta de jornalistas de vários países, ele afirmou ainda que “o Brasil está de volta ao mundo, que o Brasil não nasceu para ser um país isolado.”

“Vou conversar com todos os governadores sem perguntar o seu partido” — Lula

Lula disse, ainda, que o Brasil precisa conviver democraticamente com seus representantes. “Vou conversar com todos os governadores sem perguntar o seu partido. Será um diálogo permanente, porque adversário não é inimigo”, afirmou Lula ao lado de um grupo de governadores presentes no evento, alguns politicamente alinhados e outros não na última eleição.

O presidente eleito recebeu do governador Helder Barbalho um documento intitulado “Carta dos Governadores da Amazônia”. O documento sugere compromissos do novo governo com a região.

Lula volta a falar hoje na COP27 em um pronunciamento no espaço da ONU às 12 horas no horário de Brasília (17 horas no Egito).

betsson na COP27 — Leia também:

+ Com produção sustentável de alimentos, Brasil contribui com a paz mundial, diz Nobel da Paz na COP27
+ Brasil tem a agricultura ‘mais regenerativa do mundo’, diz ministro
+ Regularização ambiental no Brasil pode levar até 3 anos

_____________

Saiba em primeira mão informações sobre agricultura, pecuária, economia e previsão do tempo. Clique aqui e siga o betsson no Google News.

betsson Mapa do site