betsson

Pecuária

betsson - Como acabar com a aerossaculite?

Durante o Ligados & Integrados desta terça-feira (11), a médica -veterinária Dezirret Torres Lima respondeu à dúvida de uma teleespectadora que não consegue se livrar da doença a mais de treze anos

A aerossaculite é uma doença respiratória que pode afetar a produção de frangos e causar prejuízos para a indústria avícola. Ela se caracteriza pelo espessamento dos sacos aéreos das aves, estruturas que permitem a circulação rápida do ar pelos pulmões e auxiliam na respiração.

Segundo especialistas, a aerossaculite pode ter causa vinda de diversos fatores, como alta densidade populacional, erros de manejo e condições ambientais ruins, além de agentes infecciosos como vírus, bactérias e fungos. A doença pode levar à condenação total e parcial da carcaça de frango, o que impacta diretamente na produção e na rentabilidade do setor.

No entanto, a boa notícia é que a aerossaculite pode ter prevenção por meio de um bom manejo da ambiência, dos vetores e da cama do aviário, além da vacinação. Investir em medidas preventivas é fundamental para garantir a saúde das aves e evitar prejuízos para a indústria avícola.

Caso a doença seja identificada ainda na granja, o tratamento pode ser feito por meio de antibióticos. No entanto, é importante ressaltar que a prevenção é sempre mais indicada do que a cura, especialmente em casos como este em que a doença pode afetar a produção e a qualidade dos produtos.

Por isso, é fundamental que os produtores de frangos estejam atentos aos sinais da aerossaculite e invistam em medidas preventivas para garantir a saúde e a produtividade das aves.

Aerossaculite: pergunta da audiência

“Trabalho com frango de corte há 13 anos. Não consigo acabar com problema de aerossaculite e escherichia coli. Já medicamos e não adiantou, o que fazer?”.

A dúvida da Valéria Cristina dos Santos vinda direto do Paraná, teve resposta da médica-veterinária Dezirret Torres Lima da Seara.

“O que precisa primeiramente é descobrir o que causou essa aerossaculite. Se foi vírus, bactérias, fungos. Depois, é necessário fazer um bom tempo de vazio sanitário com as aves para que o próximo lote fique sem a doença. Por fim, fazer a limpeza de maneira correta do aviário é fundamental para que a doença não se propague.”

Lima ainda ressalta que durante o outono, o produtor deve ficar esperto quanto à ventilação do aviário, pois a tendência é que se diminuam os ventos dentro da propriedade, o que é um erro já que isso pode ocasionar doenças além da aerossaculite.

Gostou desse tema ou quer ver outro assunto relacionado à avicultura e suinocultura? Envie sua sugestão para [email protected] ou para o número de WhatsApp (11) 9 7571 3819

betsson Mapa do site