betsson

Pecuária

betsson - Cereais de inverno podem substituir principais insumos da ração para aves e suínos

A busca por alternativas para a alimentação de aves e suínos é importante para garantir a sustentabilidade do setor e reduzir custos

Com o alto custo do milho e do farelo de soja, principais insumos da ração para aves e suínos de produção, produtores e profissionais da avicultura e suinocultura estão em busca de alternativas para garantir a alimentação dos animais. E uma solução pode estar nos cereais de inverno, como trigo, aveia, centeio, cevada e triticale.

Segundo pesquisas desenvolvidas pela Embrapa Trigo (RS) e Embrapa Suínos e Aves (SC), esses cereais são opções viáveis para substituir o milho na formulação de rações e concentrados para alimentar suínos e aves.

Além de reduzir a dependência desse grão na Região Sul, cuja produção não tem sido suficiente para atender à demanda, o resultado amplia o mercado para os cereais de inverno, que ocupam cerca de 20% da área potencial de cultivo.

Atualmente, a produção desses cereais não é suficiente para atender à demanda no país.

Porém, de acordo com a Embrapa, ainda existem cerca de 5 milhões de hectares para sua produção na região Sul do Brasil. As áreas de lavoura de inverno representam apenas de 10% a 15% das áreas de cultivo de verão, o que indica um grande potencial de crescimento na produção de cereais de inverno.

Essa busca por alternativas para a alimentação de aves e suínos é importante para garantir a sustentabilidade do setor e reduzir custos.

Os produtores e profissionais da avicultura e suinocultura precisam se adaptar às mudanças no mercado e buscar soluções inovadoras para continuar produzindo com qualidade e eficiência. Os cereais de inverno surgem como uma opção promissora nesse sentido.

betsson Mapa do site