betsson

Estiagem afeta o planejamento da safra

Em algumas regiões, o plantio nem terminou, já em áreas que a chuva conseguiu aparecer, a colheita ainda segue distante e a produção do milho safrinha preocupa

A forte estiagem que afeta o Centro-Oeste brasileiro prejudica a produtividade e o planejamento da safra de soja. No oeste de Mato Grosso, o produtor Elton Zanella é um exemplo. No mesmo período do ano passado, ele e seu pai fizeram a primeira colheita de soja do país. Neste ano, a tendência é que a colheita fique para os últimos dias de 2015.

O planejamento também foi afetado. Zanella afirma que o atraso de quase 15 dias para o plantio da soja vai encurtar ainda mais a janela de semeadura para o milho segunda safra. A produtividade, nos dois casos, será afetada.

– Nós perdemos o ciclo [ideal] e o planejamento da safrinha também foi afetado. Este é um ano bem complicado, nossa produtividade deve ficar no mesmo patamar da última safra – lamenta o agricultor.

No oeste de Mato Grosso, a chuva até ajudou, mas em outras regiões do maior estado produtor de soja, a seca persiste. Para contornar a situação de atraso, a Associação dos Produtores de Soja e Milho (Aprosoja-MT) conseguiu prorrogar a data limite de plantio, que era até 31 de dezembro, para 31 de janeiro de 2016.

A entidade dos produtores não descarta outras medidas, como decretar estado de emergência em Mato Grosso, para garantir que os produtores consigam renegociar possíveis dívidas com a quebra de safra. Depois de seis safras seguidas de produções recordes, o Instituto Mato-Grossense de Economia Agropecuária (Imea) estima um quebra de produção em milhão de toneladas no estado.

Confira a entrevista do agricultor Elton Zanella:

Veja a entrevista da vice-presidente norte da Aprosoja-MT, Roseli Giachini:

>>> Veja mais notícias sobre soja

betsson Mapa do site